Morre professora baleada na cabeça durante arrastão, em Belford Roxo


BELFORD ROXO - A professora Tânia Maria da Silva Lima, baleada com um tiro na cabeça durante um arrastão em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, teve a morte confirmada pela direção do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, nesta terça-feira, após a conclusão do protocolo de morte encefálica. Tânia foi atingida quando saía da festa de Páscoa da Escola Municipal Jorge Ayres, da onde era diretora, e ficou cinco dias internada na unidade.

Após ser baleada, ela teve o nome citado numa publicação da Prefeitura de Belford Roxo no Facebook. O perfil oficial lamentou o ocorrido. "A Prefeitura se solidariza com familiares e amigos neste momento de profundo pesar.", dizia um trecho da nota divulgada. Também no Facebook, a diretora fe um post após sair da festa, em que agradeceu aos funcionários, professores e alunos da escola e disse que estava feliz. "Foi muito gratificante, o verdadeiro sentido da Páscoa. Me sinto feliz", escreveu.

No mesmo dia em que a professora foi baleada, a violência fez outra vítima em Belford Roxo. O secretário de Defesa Civil e Ordem Urbana do município, Marcos Wander Silva de Oliveira, de 42 anos, foi morto naquela noite. Segundo informações da secretaria de Comunicação da prefeitura, a vítima foi baleada durante um assalto no bairro Heliópolis.

Na última sexta, a polícia identificou o suspeito de matar Marcos Wander. De acordo com informações da Divisão de Homicídios da Baixada, que investiga o crime, o adolescente de 17 anos que teria sido responsável pelo crime foi detido em flagrante naquela madrugada.

Via O Globo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.