Seguradoras recusam apólices para veículos em bairros de Belford Roxo


BELFORD ROXO - Moradores de Belford Roxo além de estarem sofrendo com o aumento desenfreado da criminalidade, seguradoras vem negando o pedido de apólise de seguro veicular em alguns bairros. O município teve um aumento significativo de roubos de carros na região - teve um aumento de 175 para 266 casos (52%), também na comparação de fevereiro deste ano com o mês de 2017. A cidade da Baixada aparece em oitavo lugar na lista de lugares do estado com maiores estatísticas do crime.

Procurada para comentar a variação de preços nas cotações e a recusa de algumas empresas em vender apólices, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) informou que não regula os valores cobrados pelas companhias do setor. No entanto, a autarquia, vinculada ao Ministério da Fazenda e encarregada de fiscalizar o setor, explicou que seu normativo 251, de abril de 2004, estabelece que “fica a critério da sociedade seguradora a decisão de informar ou não, por escrito, ao proponente, ao seu representante legal ou ao corretor de seguros, sobre a aceitação da proposta, devendo, no entanto, obrigatoriamente, proceder à comunicação formal, no caso de sua não aceitação, justificando a recusa”.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Susep informou ainda que pode ser acionada pelo consumidor que se sentir lesado. Nesse caso, o órgão abre um processo e tem a prerrogativa de aplicar uma multa.

Via Gazeta Online

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.