Greve dos Caminhoneiros: Forças Armadas chegam à Refinaria em Duque de Caxias


RIO - Por volta das 15h de ontem (25/05), Militares das Forças Armadas já chegaram à Refinaria de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde alguns caminhoneiros protestam. Um comboio com carros e motocicletas chegou pela Rodovia Washington Luís. Dentro da refinaria, já há quatro caminhões tanque posicionados no pátio. Na via, os manifestantes estão parando alguns caminhões que cruzam a estrada com algum tipo de carga. Eles ainda conversam com os motoristas e, após alguns minutos, liberam o veículo para prosseguirem viagem. Mais cedo, alguns veículos menores foram parados, sendo liberados pelos grevistas em seguida. 

A Polícia Militar confirmou, que durante esta manhã, dois caminhões de combustível saíram escoltados da Reduc. Ainda de acordo com os militares, eles foram abastecer quartéis de Mesquita, Campo Grande e unidades da PM no Estácio e em Sulacap.

No Twitter, o Gabinete da Intervenção Federal informou que a Polícia Militar realiza escoltas para manutenção de setores essenciais, como saúde, transporte de químicos para tratamento da água e funcionamento de aeroportos. 

"É importante destacar que não há racionamento de combustível nas instituições policiais e as operações previstas seguem seu curso normal", dizia outra publicação. "Minha principal preocupação é com a população, para que não haja desabastecimento", completava mais uma. 

Em entrevista à BandNews, o coronel Roberto Itamar disse que em um primeiro momento, a PM atuará nas rodovias estaduais e a PRF nas federais. "Haverá uso progressivo da força, inclusive com uso de reboques", disse o coronel.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.