Policial militar morre ao furar blitzes durante ação das forças de segurança em Belford Roxo


BELFORD ROXO - Um policial militar morreu durante a operação que as forças de segurança fazem, nesta quarta-feira, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O soldado Diogo Gama Alves Mota era lotado lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro do Andaraí. Ele foi ferido na Avenida Joaquim da Costa Lima, no trecho próximo à rua Catumbi, no Centro, após furar duas blitzes feitas por equipes do Exército.

Segundo o Comando Militar do Leste (CML), o soldado abriu fogo contra os militares. Um deles reagiu e atirou em Diogo. O soldado da PM perdeu o controle do carro e bateu em outro que passava pelo local. Uma pessoa ficou ferida e foi levada para um hospital da região. As equipes permanecem no local à espera da perícia.

Ação mobiliza mais de três mil homens

A operação deflagrada pelo Comando Conjunto mobiliza três mil homens. As equipes se encontram em 18 comunidades: Palmeira, Castelar, Vilar Novo, Santa Amélia, Morro da Fonte, São Leopoldo, Gogó da Ema, Bom Pastor, Parque São Vicente, Parque Floresta, Morro da Galinha, Morro da Caixa D'Água, Morro do Machado, Guaxa, Parque Roseiral, Vale do Ipê, Parque São José e Santa Teresa.

Participam da ação três mil militares das Forças Armadas, 130 policiais civis e 250 policiais militares. Os agentes contam com o apoio de veículos blindados e aeronaves. As equipes fazem revistas e realizam, também, a retirada de barricadas.

Via Extra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.