Belford Roxo realiza palestra sobre mediação escolar para professores da rede


BELFORD ROXO - A Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria de Educação, realizou no auditório da Uniabeu, uma palestra intitulada “Mediação Escolar: Conhecimento, Habilidades e Atitudes”, com a palestrante Dayse Serra (doutora em Psicologia Clínica pela PUC-Rio e mestre em Educação Inclusiva pela UERJ). O objetivo do encontro foi contribuir com práxis (modo de compreender a existência a partir da relação entre subjetividade e objetividade, entre ação e reflexão) dos professores que atuam do 1º ao 3º ano, da Sala de Recursos, da Educação Especial, especialistas e gestores, a fim de que possam compartilhar conhecimento para desenvolver habilidades do aluno incluído. Após a formação da mesa, alunos da Escola Municipal Jorge Ayres de Lima fizeram uma apresentação musical sobre o assunto em pauta.


De acordo com o secretário de Educação, Denis Macedo, os profissionais saíram do encontro com mais conhecimento para pôr em prática com os alunos em geral, principalmente com os estudantes incluídos. “Esse evento foi importante pois em nossa rede estamos no ano da alfabetização. Então, todo o nosso trabalho, todo foco pedagógico é no viés da alfabetização. O convite à doutora Dayse Serra veio coroar esse trabalho já que ela é uma especialista na área. Nós temos um déficit ainda muito grande na alfabetização das nossas crianças na idade certa que já vem sendo corrigido desde que assumimos. E 2019 é o ano da virada, é o ano que nós vamos acabar com esse número lamentável de crianças não alfabetizadas”, finalizou. 

A secretária adjunta da Educação, Eneila Lucas, que recebeu a palestrante, destacou que quando o município começou com a inquietude de alunos incluídos, ela estava presente nos estudos. “É muito importante quando conseguimos olhar para o outro e poder compartilhar todo o nosso conhecimento para que possamos ajudar o aluno incluído”, disse.

Mediação escolar

A palestrante Dayse Serra já fez parte da rede de Belford Roxo a alguns anos e hoje aprofundou seus estudos sobre o autismo e foi compartilhar com os profissionais da rede. “Mediação escolar apresenta muitos significados. Então, durante a palestra falei sobre como que a criança com TEA (Transtorno do Espectro Autista) aprende desde a avaliação até o processo de alfabetização, como o professor de apoio pode fazer para entender os processos mentais de uma criança com TEA e como é que ela pode chegar a aprendizagem para ter uma vida plena”, informou Dayse.

Segundo Denise Pereira da Silva, da equipe da educação especial da rede, a principal contribuição da palestrante foi ela conhecer a realidade nas escolas da rede, pois já foi professora em Belford Roxo. “Ela compreende o que os professores passam nas salas de aula e deu dicas de possíveis contribuições para o trabalho já realizado. E por ela ser professora universitária, ela forma os profissionais que irão educar e alfabetizar nas escolas. Ela trouxe métodos voltados para o TEA para que os profissionais tenham tranquilidade na hora de executá-los. Adoramos a iniciativa desse encontro”, finalizou Denise.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.