Waguinho vai a Brasília buscar recursos para obras em Belford Roxo


BELFORD ROXO - O prefeito de Belford Roxo, Wagner Carneiro, o Waguinho, está em Brasília reivindicando uma série de melhorias para o município. Hoje (24), ele participou de uma reunião com o Secretário Executivo do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Mauro Biancanando e tratou sobre a liberação de recursos para obras de infraestrutura que vêm sendo realizadas, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), nos bairros São Leopoldo e Shangrilá. Waguinho estava acompanhado do secretário municipal de Obras, Projetos e Captação de Recursos e Convênios Odair Cunha, da Secretária adjunta, Ana Titonel e o Chefe de gabinete adjunto, Daniel Silva, o Danielzinho. “Foi uma reunião muito importante que vai resultar em mais desenvolvimento na nossa cidade”, disse o prefeito.

A obra em São Leopoldo é uma conquista da Prefeitura que conseguiu recuperar um convênio de cerca de R$ 25 milhões, assinado em 2009. As obras chegaram a começar em 2011, mas foram interrompidas em 2012 por falta de interesse da gestão passada. São investimentos em cerca de sete quilômetros que vão beneficiar mais de 40 ruas com rede de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem, pavimentação, calçadas, iluminação, sinalização viária horizontal e vertical. “Estamos vivendo um novo tempo e resgatando a cidadania das pessoa. Temos obras em todos os bairros que estão mudando a qualidade de vida das pessoas. Estamos trabalhando para que Belford Roxo seja referência nacional”, assegurou Waguinho.

Mais de seis mil pessoas beneficiadas

As obras no bairro Shangrilá vão deixar o bairro de cara nova. Os trabalhos de saneamento, drenagem, pavimentação esgotamento sanitário continuam em andamento em mais de 30 ruas, beneficiando cerca de seis mil pessoas. No pacote de obras inclui a construção de 1.300

metros lineares de rede de abastecimento de água, 1.963 metros de rede adutora, 1.710 ligações domiciliares e uma estação elevatória.

O bairro terá ainda rede coletora de esgoto, num total de 21.721 metros lineares e mais de 1.700 metros de ligações domiciliares de saneamento básico, além de 171 metros de galeria retangular e 8011 metros lineares de rede de drenagem, favorecendo cerca de 1.800 domicílios.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.