Belford Roxo ganhará Casa do Trabalhador


BELFORD ROXO - A subsecretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais, Ana Asti, visitou nesta quarta-feira (04) a Secretaria de Trabalho de Belford Roxo. O objetivo foi fechar os últimos detalhes para a implantação da primeira Casa do Trabalhador na Baixada Fluminense, que funcionará com diversos serviços como: emissão de carteira profissional, qualificação, seguro-desemprego e balcão de empregos, entre outros.  A previsão de inauguração é para o mês de novembro.

Durante a visita, Ana Asti destacou que a Casa do Trabalhador será importante para o município, que poderá implantar uma série de programas. Ana se surpreendeu ao saber que Belford Roxo tem cerca de 30% da população economicamente ativa desempregada. “Vamos analisar esse número para investirmos em qualificação profissional, em desenvolvimento econômico e em políticas públicas para criarmos um ambiente propício para novos negócios”, destacou Ana Asti, salientando que o desemprego “caminha de mãos dadas” com a falta de qualificação e a baixa escolaridade.

O secretário municipal de Trabalho, Álvaro Cardoso Junior, o Nuna, revelou que os preparativos para a implantação da Casa do Trabalhador estão adiantados. “O governo estadual está dando todo suporte para implantarmos a Casa e desenvolvermos projetos como cursos de informática para a terceira idade e cursos a distância. Há muito tempo Belford Roxo não recebia uma atenção especial. Essa parceria trará bons fruto para o município”, avaliou Nuna, ao lado do secretário municipal adjunto de Trabalho, Adriano Nascimento, e da secretária executiva de Trabalho, Clarice Santos.

Na avaliação do chefe de seção de Política de Emprego da Superintendência Regional do Trabalho, órgão ligado ao Ministério da Economia, Ricardo Leite, a Casa do Trabalhador facilitará a vida de quem procura o Serviço Nacional de Emprego (Sine). “Os diversos serviços oferecidos irão contribuir para qualificar quem está em busca de um trabalho”, resumiu Ricardo Leite. “A mudança está começando por Belford Roxo, que servirá de laboratório para outros municípios”, completou a superintendente estadual de Atendimento aos Trabalhadores, Andreia Batista.

Participaram também da visita o assessor institucional para Projetos Especiais, Calil Almeida, e o superintendente de Empreendedorismo, Inovação, Economia Geral e Solidária, Joe Paul; além do analista de Políticas Sociais da Superintendência do Trabalho do Ministério da Economia, Eduardo Medeiros.

A Casa do Trabalhador funcionará, das 8h às 17h, na sede da Secretaria Municipal de Trabalho (onde está localizado o Sistema Nacional de Emprego – Sine), na Avenida Benjamin Pinto Dias, 1.305, Centro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.