Belford Roxo criará espaços fixos para trabalhadores da economia solidária

Daniela do Waguinho , ao lado do secretário Nuna, anunciou algumas medidas para os trabalhadores da economia solidária

BELFORD ROXO - 
A Prefeitura de Belford Roxo criará espaços para que trabalhadores da economia solidária possam comercializar seus produtos. O anúncio foi feito esta semana pela deputada federal Daniela do Waguinho, que representou o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, em um encontro com representantes desse segmento de atividade econômica, na Secretaria Municipal de Trabalho. O secretário Álvaro Nuna também participou da reunião.

Daniela do Waguinho e Nuna conversaram com algumas pessoas que desenvolvem a economia solidária
Esses espaços serão criados, a partir de janeiro de 2020, após a aprovação da Lei do Circuito Belford-roxense e Agricultura Familiar, que está tramitando na Câmara Municipal. “O prefeito Waguinho, eu e o deputado estadual Márcio Canella sabemos que os trabalhadores da economia solidária dependem integralmente da venda do que produzem. Por isso, estamos nos empenhando para ajudá-los em suas necessidades”, acrescentou a deputada.

A artesã Mary Ângela Almeida, de 46 anos, não escondeu a sua alegria com a notícia dada por Daniela do Waguinho. “Poxa! Fiquei muito feliz com a notícia dada pela deputada Daniela do Waguinho. Nós precisávamos desses espaços fixos para comercializarmos nossos produtos”, comentou Mary Ângela.

Capacitação de funcionários

Durante dois dias, 27 servidores da Câmara Municipal e das secretarias de Trabalho, Meio Ambiente e da Educação, participaram de um curso de capacitação sobre atendimento ao cidadão, oferecido pelo Sebrae. As aulas ocorreram nos dias 25 e 26 de novembro e foram ministradas pelos instrutores Edir Maurício e Edmilson Gonçalves de Mendonça.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.