Hemorio realiza capacitação de agentes de saúde em Belford Roxo


BELFORD ROXO - A Secretaria de Saúde de Belford Roxo promoveu uma capacitação de técnicos e enfermeiros do município para o tratamento de hemofilia. A palestrante convidada foi a enfermeira do Hemorio, Sandra Saragoça. A partir dessa capacitação, as unidades de urgência e emergência do município estarão aptas para administrar os medicamentos de tratamento da doença. São elas: a UPA de Bom Pastor, a UPA do Lote XV e o Hospital Municipal.

Técnicos e representantes de cada uma das unidades receberam treinamento prático e teórico sobre a doença e o tratamento. Assim, serão listadas como unidades referência e todos os pacientes com hemofilia que chegarem ao Hemorio e precisarem da administração de algum fator relacionado à coagulopatia (doenças relacionadas à coagulação do sangue) poderão ser encaminhados às unidades mais próximas. 

Raquel Silva, gerente da Divisão de Atenção Integral a Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (DAISMCA) de Belford Roxo, conta que a demanda de um caso de uma criança de 3 anos na cidade desencadeou a busca pela capacitação dos agentes de saúde. “A mãe dessa criança, assim como muitas pessoas do município, não tem condições de ficar indo duas ou três vezes na semana ao centro do Rio para fazer o tratamento no Hemorio, e a partir dessa capacitação, os moradores poderão recorrer à ajuda na própria cidade”, comemorou.

A enfermeira do Hemorio contou que recebeu com alegria o contato de Belford Roxo. “O hemorio é responsável por esse tratamento no estado, mas o apoio dos municípios disponibilizando locais e enfermeiros capacitados para administrar os medicamentos é muito importante para dar suporte às famílias, principalmente nas cidades com mais dificuldade de deslocamento até a capital”, contou Sandra.

Hemofilia

A hemofilia é uma doença genética que ocasiona sangramentos. O sangue das pessoas com hemofilia não contém fatores de coagulação em quantidade suficiente para interromper sangramentos. O tratamento é feito a partir da injeção do fator coagulação na veia. O tratamento precoce ajuda a reduzir a dor e o prejuízo para os músculos e articulações.

O tratamento ideal consiste na reposição do fator de coagulação deficiente no sangue de maneira periódica e sem interrupção. O tratamento preventivo permite que as pessoas com hemofilia não desenvolvam sequelas físicas.

Para diagnóstico e tratamento, as pessoas devem procurar locais que tenham uma equipe multidisciplinar capacitada. No caso do Rio de Janeiro, o Hemorio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.