Polícia Federal faz operação contra fraudes em previdências municipais


BELFORD ROXO - A Polícia Federal realizou ontem quinta-feira (12 de abril) uma operação para apurar fraudes envolvendo a aplicação de recursos de Institutos de Previdência Municipais em fundos de investimento com debêntures sem lastro emitidas por empresas de fachada que podem ultrapassar o valor de R$ 1,3 bilhão. A debênture é um título de dívida que gera um direito de crédito ao investidor.

Em Belford Roxo foram apreendidos documentos de 2011 a 2015

A operação foi nomeada como Encilhamento e é a segunda fase da Operação Papel Fantasma. Policiais Federais e auditores-fiscais da Receita Federal cumprem 17 mandados na capital de São Paulo, entre prisão e busca e apreensão, e mais 16 no interior do estado, em Rio Claro, Jundiaí, Barueri, Itaquaquecetuba, Osasco, Jandira, Suzano, Porto Ferreira, São Sebastião, Piracicaba, Assis, Hortolândia, Paulínia, Paranapanema e Rio Claro. No Estado do Rio de Janeiro, seis mandados foram expedidos na capital e outros quatro no interior, em Angra dos Reis, Campos dos Goytacazes, Belford Roxo e Japeri.

As investigações identificaram 28 Institutos de Previdência Municipais que investiram em fundos que, por sua vez, direta ou indiretamente, adquiriram os papéis sem lastro. "Há o envolvimento de uma empresa de consultoria contratada pelos Institutos de Previdência e elementos que apontam para corrupção de servidores ligados a alguns Institutos de Previdência", diz a Polícia Federal.

Em Belford Roxo, a Polícia Federal apreendeu documentos referentes aos anos 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015, nas gestões anteriores, governadas pelos então prefeitos Alcides Rolim (PT) e Dennis Dauttmam (PCdoB).

Os investigados responderão por crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro com penas de 2 a 12 anos de prisão.

Mandados Operação Encilhamento:

20 mandados de prisão temporária

Rio de Janeiro
Capital: 4

São Paulo
Capital - 10
Rio Claro - 1
Jundiaí - 2

Minas Gerais:
Uberlândia - 4

60 MBA (mandados de busca a apreensão)

São Paulo
Capital - 7
Barueri - 1
Itaquaquecetuba - 1
Osasco - 1
Jandira - 1
Suzano - 1
Porto Ferreira - 1
São Sebastião - 1
Piracicaba - 1
Assis - 1
Hortolândia - 1
Paulínia - 1
Paranapanema - 1
Rio Claro - 1

Rio de Janeiro
Capital - 2
Angra dos Reis - 1
Belford Roxo - 1
Campos dos Goytacazes - 1
Japeri - 1

Minas Gerais
Betim - 1
Santa Luzia - 1
Pouso Alegre - 1
Uberlândia - 1
Santa Catarina
Rio Negrinho - 1

Paraná
Colombo - 1
Pinhais - 1
São Mateus do Sul- 1
Palmeira - 1

Mato Grosso -1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.