Belford Roxo capacita guardas de endemias


BELFORD ROXO - Nesta sexta-feira (25/05) A Prefeitura de Belford Roxo promoveu uma capacitação para os guardas de endemias da cidade com o objetivo de atualizá-los sobre metodologias e técnicas de controle de vetores transmissores de arboviroses. Atualmente os 406 agentes realizam um trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, chikungunya, zika e febre amarela, em 30 bairros e em 239 mil imóveis cadastrados no município. Dentre os equipamentos utilizados estão quatro carros fumacê. A capacitação foi feita pela

Secretaria-executiva de Controle de Zoonoses e Vetores. 

O diretor do Departamento de Controle de Vetores, Admilson Figueiredo, abordou o tema “Análise Situacional do Município e Desafios Futuros para o Enfrentamento e Controle das Doenças Arbovirais e do Controle de Vetores. Já o secretário-executivo de Recursos Humanos e Controle de Zoonoses e Vetores, Rodrigo Ferreira de Santana, falou sobre “Administração, RH, e Planejamento de Ações de Enfrentamento das Arbovirais”. Coube ao diretor de Prevenção e Controle de Doenças, Ricardo Lopes, dissertar sobre notificações de doenças arbovirais, entre outros.

Novos uniformes

Durante o evento, o secretário de Saúde, Vander Louzada, apresentou os novos uniformes das equipes de campo que em breve serão entregues. “Os agentes de endemias esperam por esses uniformes há oito anos e hoje apresentamos os modelos que logo chegarão, além de mais insumos”, informou o secretário. Ainda no evento, o prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho, autorizou o secretário Vander a restabelecer a insalubridade para a categoria. A primeira-dama Daniela Carneiro participou do evento.

Rodrigo Santana lembrou que quando assumiu a pasta, visitou os guardas de endemias. “O trabalho destes agentes é muito importante, pois com eles estamos reduzindo o número de endemias em nosso município. Mas como a saúde funciona em conjunto, outros setores fazem esse trabalho junto conosco como as secretarias-executivas de Promoção e Proteção à Saúde e de Atenção à Saúde”, concluiu Rodrigo.

Admilson Figueiredo destacou, durante a sua apresentação, os Liras (Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti) dos anos anteriores e o de 2018, destacando o baixo risco de epidemias.

Participaram também do evento os secretários de Vigilância Sanitária, Gilson de Souza, de Articulação Política, Algacir Moulin, secretários-executivos de Atenção em Saúde, Fábio Nunes Saraiva, de Promoção e Proteção à Saúde, Robson Sarmento, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Célio Davi de Souza e o pastor Sebastian Carlos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.