Olimpíada da Cidadania chega à 24ª edição e reúne 12 mil competidores


BELFORD ROXO - Centenas de crianças e adolescentes do Rio de Janeiro aguardam ansiosamente a chegada de outubro, quando tradicionalmente ocorre a Olimpíada da Cidadania, na Baixada Fluminense. Organizada pela ONG Sublime, com patrocínio da Bayer, os jogos chegam a sua 24ª. edição cumprindo a missão de estimular a prática esportiva para a garotada de diversos municípios do estado. Neste ano, uma novidade: participarão também escolas do Espírito Santo e de Minas Gerais.


Realizada entre os dias 12 de outubro a dois de dezembro, os participantes vão competir em diversas modalidades, entre elas, basquete, natação, tênis de mesa, artes marciais, ginástica olímpica, atletismo. Os jogos ocorrem sempre nos fins de semana, começando nos dias 13 e 14 de outubro com vôlei, futsal e handebol.

Assim como nos Jogos Olímpicos, há até pira olímpica e cerimônia de abertura, com apresentações artísticas e musicais. No dia 12 de outubro, seis atletas farão um percurso pelas ruas de Belford Roxo com a tocha olímpica até acender a pira, localizada no Heliópolis Atlético Clube, onde os atletas estarão organizados por equipes. O espaço estará todo decorado, e haverá a primeira apresentação de Ginástica Rítmica desta edição da competição. A música ficará por conta da Banda Marcial do Colégio Líbano Brasileiro, interpretando a melodia do hino nacional e a famosa música Carruagens de Fogo, que se tornou um hino não-oficial de maratonas e olimpíadas ao redor do mundo.


O sucesso da Olimpíada da Cidadania pode ser medido em números. Em 1995, a primeira edição reuniu 300 crianças e adolescentes. Já em 2017, foram mais de 12.800 atletas, um recorde absoluto de inscrições. Idealizadora e organizadora do evento, Jandyra Rosa, presidente da ONG Sublime, demonstra orgulho por participar da maior competição comunitária da Baixada Fluminense. “Fico muito feliz por acompanhar a evolução dos jogos ao longo desses 24 anos e proporcionar diversão e alegria para essas crianças. O número crescente de participantes reforça o grande interesse pelo esporte e pelo lazer. E é assim que deve ser marcada a infância de cada um, com entretenimento e educação”, conta.


O Diretor do Parque Industrial da Bayer, André Lago, explica que o evento marca o comprometimento com a missão de promover a inclusão a partir do esporte. “As ações de responsabilidade social são fundamentais e integram as missões e os valores da empresa. No total, são mais de 300 projetos apoiados pela Bayer. A Olimpíada da Cidadania é um grande exemplo de sucesso, evidenciando a perspectiva de futuro de crianças e jovens a partir da integração pelo esporte”, afirma.

Já o Gerente de Relações com a Comunidade da Bayer, Mário Melo, lembra que todos os jogos e entradas são gratuitos e que não há restrições para inscrições. “Ao longo desses anos, percebemos que muitos jovens tiveram o interesse pelo esporte motivado pela Olimpíada da Cidadania. O evento é acolhedor, inclusivo e democrático. Ficamos muito contentes por participar desse projeto”, afirma.


Há 13 anos, a Paralimpíada da Cidadania também incentiva o esporte proporcionando a inclusão social. Crianças e jovens terão a oportunidade de participar, nos dias 22, 23 e 24 de novembro, de diversas modalidades, como natação, vôlei adaptado e tênis de mesa.

Os competidores são moradores de diferentes cidades do Estado do Rio de Janeiro: Paty do Alferes, Mesquita, Duque de Caxias, Queimados, Nilópolis, Rio de Janeiro e Belford Roxo. As provas olímpicas são realizadas em vários locais, que podem ser consultados na ONG Sublime, pelo telefone (21) 3662-1677. Todas as inscrições e entradas são gratuitas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.