Bayer anuncia reestruturação e poderá demitir 12 mil funcionários


BELFORD ROXO - Nesta quinta-feira (29 de novembro), a multinacional alemã Bayer, farmacêutica e fabricante de produtos agrícolas, informou que fará uma série de medidas estruturais para fortalecer seu negócio de saúde humana, além de buscar melhorias na produtividade e inovação da companhia.

"A empresa pretende sair do negócio de Saúde Animal e está avaliando as opções disponíveis. Embora esta unidade ofereça opções de crescimento em um mercado atraente, a Bayer pretende alocar os recursos de investimento necessários para apoiar a Saúde Animal nos principais negócios da Bayer em Farmacêutica, Saúde do Consumidor e Ciências da Lavoura", afirmou no comunicado.

A Bayer pretende reduzir custos por meio da demissão de cerca de 12 mil funcionários no mundo todo até o final de 2021, com a maior parte na Alemanha. Os detalhes sobre esses desligamentos serão estudados nos próximos meses.

"Essas mudanças são necessárias para melhorar o desempenho e agilidade da Bayer", afirmou o presidente do conselho de administração da companhia, Werner Baumann. "Estamos cientes da gravidade dessas decisões para nossos funcionários. Assim como já fizemos no passado, vamos implementar essas medidas de uma forma responsável e sensata."

O anúncio da multinacional alemã não informa quantos postos serão fechados no Brasil. O site da Bayer informa que a empresa tem duas unidades no país, além da sede, localizada na capital paulista.

Em Belford Roxo, está o Parque Industrial da Bayer, primeira planta de produção da Empresa no Brasil. No local são fabricados produtos da Crop Science e Saúde Animal.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.