Obras de artes avaliadas em mais de 200 mil são roubadas na Dutra, em Belford Roxo


BELFORD ROXO - Nesta terça-feira (04 de dezembro), uma coleção de obras do artista plástico Isaque Pinheiro, que ficava exposta no Paço Imperial, no Centro Histórico do Rio, foi roubada de um caminhão na Rodovia presidente Dutra, na altura de Belford Roxo.

As peças, cerca de 50 com valor estimado entre 200 e 300 mil reais, faziam parte da coleção “AcorDo Rei” e estavam sendo levadas para Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde ficariam expostas na galeria dotART, que inaugurou a mostra no último sábado.

O caminhão foi encontrado no Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio, horas depois, mas estava vazio.

As peças roubadas passaram pelo Paço Imperial em setembro, com grande sucesso de público e crítica. Segundo a galeria, na exposição ficaram duas obras da mesma série, que o artista produziu exclusivamente para a galeria mineira, além de seis obras que não entraram na mostra do Paço, por serem de um porte maior que o espaço comportava. 

Em nota, a dotART pediu para que informações sobre o paradeiro das obras sejam enviadas para a direção da galeria pelo e-mail contato@dotart.com.br.

A Polícia Civil informou que, até o momento, a 54ª DP (Belford Roxo) não recebeu nenhuma denúncia sobre o roubo. A Polícia Militar informou que, segundo o comando do 41° BPM (Irajá), unidade que realiza o policiamento no Complexo do Chapadão, até o momento, não há registro de acionamento de policiais militares para ocorrência.

Via o Dia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.