Alunos de escolas da Baixada Fluminense devem confirmar matrículas

Imagem relacionada

EDUCAÇÃO - Estudante precisa apresentar a documentação até a próxima terça-feira (8/1).

O estudante que se inscreveu na 1ª fase de pré-matrículas da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) para ingressar em escolas da Baixada Fluminense deve ir à unidade de ensino em que foi alocado e confirmar a matrícula. O prazo termina na próxima terça-feira (8/1).

Para confirmar a matrícula, o candidato deve apresentar os seguintes documentos: Certidão de Nascimento ou Casamento; Carteira de Identidade; CPF, se possuir; Histórico Escolar ou Declaração da última unidade de ensino em que estudou, constando a série para a qual o aluno está habilitado; Carteira de Identidade e CPF do responsável legal, no caso de menor de 18 anos; Laudo comprobatório de deficiências declaradas, se for o caso; e comprovante de residência.

Nesta etapa, é importante que os alunos ou seus responsáveis fiquem atentos ao prazo e documentos que devem ser apresentados no momento da matrícula. Os estudantes terão outra oportunidade de se inscrever e ingressar na rede pública estadual de ensino.

– Nos dias 15 e 16 de janeiro, o site Matrícula Fácil estará disponível exclusivamente para os alunos que participaram da 1ª fase e não foram alocados nas escolas que indicaram. Para os candidatos que perderam o prazo de inscrição ou aqueles que foram alocados, só que não confirmaram a matrícula, o período de inscrição pela internet será de 17 a 18 de janeiro – disse o secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes.

Na Baixada Fluminense, 331 escolas de diversas modalidades abriram matrículas para este ano letivo. Do total, 83 estão localizadas em Duque de Caxias; 81 em Nova Iguaçu; 41 em São João de Meriti; 39 em Belford Roxo; 19 em Magé; 12 em Nilópolis; 12 em Queimados; 11 em Itaguaí; dez em Mesquita; nove em Seropédica; oito em Japeri; três em Paracambi; e três em Guapimirim.

– A Baixada Fluminense possui uma variedade de escolas de segmentos diferentes, tais como Ensino Médio Integrado à Educação Profissional, em que o estudante também faz um Curso Técnico; Ensino Médio Intercultural, que promove a proficiência de uma Língua Estrangeira; Ensino Médio Inovador, com propostas curriculares inovadoras nas escolas; e colégios profissionalizantes de Empreendedorismo. Ou seja, além do Ensino Médio regular, os alunos podem optar por unidades que possibilitam a profissionalização e ampliação de seu universo cultural – destacou Pedro Fernandes.

A consulta dos nomes dos alunos alocados está disponível no site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br) e no portal da Secretaria de Educação: www.rj.gov.br/web/seeduc.

O ano letivo na rede pública estadual de ensino começa no dia 6 de fevereiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.