Acusado de assassinar Marielle Franco fez pesquisa sobre professor de Belford Roxo que teve atrito com Flávio Bolsonaro


BELFORD ROXO - Pesquisas feitas por Ronnie Lessa na internet sugerem que o acusado de matar Marielle Franco tem intolerância a pessoas que defendam bandeiras ditas de esquerda. Em julho de 2017, após a imprensa revelar um atrito entre o então deputado Flávio Bolsonaro (PSL) e o professor da rede estadual Pedro Mara, Lessa fez uma pesquisa querendo saber mais detalhes sobre Mara, diretor do Ciep 210, em Belford Roxo.

Via O Globo
Por Paulo Cappelli

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.