Belford Roxo empossa novos membros do Conselho Municipal de Assistência Social


BELFORD ROXO - O Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) de Belford Roxo elegeu seus novos conselheiros para o biênio 2019/2021. A posse da nova diretoria aconteceu no Centro de Especialidades Odontológica (CEO) da Prata. O CMAS é composto por 16 membros titulares e seus respectivos suplentes, totalizando 32 conselheiros, sendo 50% composto pela sociedade civil e a outra metade pelo poder público. Cada membro recebeu duas cartilhas com informações do CMAS, baseado no Conselho Nacional de Assistência Social.


A nova diretoria ficou composto da seguinte forma: Manuel Martins Guedes (presidente); Carla Cristina Fernandes (vice-presidente); Sheila Macedo da Crus (1ª secretária) e Brenda Silva Gonçalves Carneiro (2ª secretária).

O CMAS é um órgão de controle do município e tem o objetivo de avaliar e deliberar sobre a política de Assistência Social, através de debates, estabelecimento de normas e a fiscalização da prestação dos serviços sociais do município, com base nos princípios e diretrizes da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), Lei Federal n 8742 de dezembro de 1993. 

Prioridades

O secretário de Assistência Social e Cidadania, Diogo Bastos, destacou a importância do órgão para toda execução que venha a ser feita na Assistência Social. “Esse é um colegiado onde a sociedade civil e gestão se reúnem para debaterem quais são as prioridades, quais programas serão executados, quais os recursos e onde serão empregados e a prestação de contas do gestor. Quanto mais esse órgão estiver fortalecido, a gestão fica também, pois só conseguimos executar uma política pública de Assistência com eficiência quando se tem transparência e a confiabilidade do conselho. Posso afirmar que o conselho está bem preparado, entende o seu papel e vem fazendo um trabalho de excelência para que tudo aquilo que a gente conseguiu construir juntos, seja mantido e ampliar o que for necessário”, finalizou. 

Após tomar posse no CMAS, Francisco Carlos dos Santos Silva, da Associação Beneficente Resgatando Vidas, afirmou que a Assistência Social no município tem que melhorar a cada dia. “Foi uma surpresa a minha eleição. Trabalhamos com crianças e adolescentes carentes e irei ajudar nas políticas de Assistência Social”, disse Francisco. Representando o Instituto Luz e Vida, a conselheira, Silva Barbosa Moura, estava empolgada. “É uma honra estar participando do conselho. Iremos ajudar com as políticas sociais voltadas para a população”, afirmou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.