Belford Roxo realiza encontro para falar de diabetes e tabagismo


BELFORD ROXO - A Secretaria Adjunta de Epidemiologia de Belford Roxo realizou o encontro mensal dos pacientes do programa de diabetes do município na Igreja Batista Memorial, no Centro. O evento teve como objetivo para cadastrar os pacientes no banco de dados dos diabéticos que usam insulina na cidade, que recebem o encaminhamento para adquirir o glicosímetro, as fitas de glicemia e as lancetas na Clínica da Mulher. Acontece também em todos os encontros uma palestra sobre a doença, seus cuidados, como se medicar, como aplicar a insulina, seus malefícios e riscos. Aproveitando o encontro, a Secretaria de Epidemiologia realizou também uma palestra com o tema “Tabaco e Saúde Pulmonar”, alusiva ao Dia Mundial de Combate ao Tabagismo (31 de maio).


No mês de abril, o encontro teve como enfoque atividades de comemoração ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, festejado pela Organização Mundial de Saúde todos os anos, no dia 26 de abril. A cardiologista, Sandra Madeira comandou a palestra sobre diabetes e informou ao lado do secretário adjunto de Epidemiologia, Robson Sarmento, que já são 20 anos de trabalho com pacientes diabéticos e hipertensos. “Somente no município temos dois mil pacientes diabéticos cadastrados no programa. Então, toda última terça do mês realizamos um encontro para informá-los sobre a doença e cadastrar novos pacientes”, destacou Sandra.

De acordo com a enfermeira Raquel Calixto, que ministrou a palestra sobre o tabagismo, são mais de 50 doenças causadas pelo tabaco. “O município tem o programa de Controle de Tabagismo atuando nas Policlínicas de Heliópolis, Neuza Brizola, Santa Maria e Parque São José. No próximo mês, o programa se estenderá à Policlínica do Idoso e no CapsAD. Já são 10 anos de programa. Atualmente, o município conta com 96 pacientes. Já tivemos relatos de que muitos deles pararam de fumar. No dia 31, Dia Mundial sem Tabaco, iremos fazer um encontro com essa mesma temática na Policlínica do Idoso para falar do tabagismo”, informou a enfermeira.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.